Perguntas e respostas

O que é um grêmio? Grêmio estudantil é um espaço de discussão, ação e luta em que os estudantes se organizam por eles mesmos na escola, sem depender de mais ninguém nem precisar pedir autorização.

Pra que serve um grêmio? O grêmio serve para os estudantes discutirem e organizarem ações sobre aquilo que lhes interessa dentro e fora da escola. O grêmio é uma forma de colocar os estudantes em contato entre si para fazer coisas juntos e levar propostas e reivindicações para a direção e os professores, participando mais direta e politicamente da escola.

O que um grêmio pode fazer? Um grêmio pode fazer coisas dentro e fora da escola, junto com os professores e a direção ou não. Pode fazer um jornal, um debate sobre determinado tema, um grupo de estudos, uma oficina de dança ou música. Pode reivindicar melhorias à direção da escola, conversar com os professores sobre problemas nas aulas, debater sobre o espaço e a infra-estrutura da escola. Pode ter parceria com a Associação de Pais e Mestres, além de incentivar e participar do conselho de Escola. Pode organizar ações com a comunidade, como protestos pela melhoria da escola ou por outras demandas e manter contato com outros grêmios e organizações políticas. Ninguém pode impedir o grêmio de fazer nada que não seja contra as leis ou as regras da escola (e essas regras o grêmio pode discutir e lutar pra mudar).

Toda escola pode ter um grêmio? Sim, e isso é um direito de todos os estudantes, de qualquer escola do Brasil. Nenhum professor ou diretor pode proibir que os alunos formem um grêmio ou participem de alguma organização estudantil. Isso está assegurado pela lei, que pode ser lida clicando aqui.

Quem pode participar de um grêmio? Todo estudante matriculado na escola pode e deve participar do grêmio.

Como um grêmio toma decisões? A decisões do grêmio são tomadas normalmente por voto ou consenso em reuniões periódicas, das quais de preferência todos os alunos possam participar. Decisões importantes devem ser tomadas em assembleias anunciadas com antecedência, com todos os alunos ou pelo menos um número grande deles. Também podem ocorrer assembleias em cada sala. Essas questões geralmente são melhor definidas pelo estatuto do grêmio.

Como formar um grêmio? Para formar um grêmio, é preciso que um grupo de alunos esteja interessado. Eles podem organizar eleições ou simplesmente fazer um grande chamado a todos os alunos e já começar a agir e se organizar como grêmio. Para seguir a lei à risca, eleições são necessárias, mesmo que só tenham uma chapa, bem como a existência de um estatuto.

Todo grêmio precisa de um estatuto? Para funcionar de acordo com as leis, sim. Mas muitas vezes os grêmios não seguem exatamente o que o estatuto estabelece, porque se organizar e agir é mais importante do que se preocupar em seguir totalmente essas regras. Às vezes não vale a pena perder muito tempo com a elaboração de um estatuto, porém é importante garantir que todos os alunos tenham espaço para se manifestar no grêmio, que ele seja realmente democrático. Clicando aqui você pode ver um exemplo de estatuto.

Todo grêmio precisa de uma sala? Não. Mas a escola deve no mínimo fornecer um espaço para as reuniões e os estudantes podem reivindicar uma sala só para o grêmio.

Anúncios

11 respostas em “Perguntas e respostas

  1. por favor sou professora da EE Castro Alves, que estava ocupada por alunos ate domingo passado 13/12/2015. A escola esse ano ficou sem o Gremio estudantil, mas agora com tudo o que aconteceu a Diretoria de ensino gostaria que o Gremio participasse de todas as negociaçoes que estão acontecendo entre a escola e a diretoria. E possivel formar um Gremio provisorio agora ate a finalização do ano letivo? Assim que se iniciar o ano letivo organizaremos as eleições e escolha de um novo Gremio.
    Obrigada Msrcia Sanches Garcia

  2. Um gremio pode fazer uma reunião sem presidente e vice,junto com os outros presidentes das comições ( ‘no caso nenhum deles estava presente) pois a reunião foi informal.

    • Se a reunião foi divulgada a todos ela é legítima, independente se o presidente ou qualquer outro estavam presentes. Inclusive, isso de grêmio com presidente mais atrapalha do que ajuda. O ideal é que todos participem do grêmio com igualdade, sem hierarquias, e dividam as funções entre si, conforme a aptidão de cada um.

    • Jéssica, a maior dificuldade de montar um grêmio é conseguir juntar os alunos. Muitas vezes não tem gente nem pra formar uma chapa pro grêmio. Então o ideal é que você pense como poderia formar um grupo de alunos que possa vir a formar o grêmio. Pode ser um grupo que se reúna pra debater política, um grupo de estudos, ou até mesmo um grupo que se reúna para reivindicar alguma melhoria na escola. Vocês não precisam esperar o grêmio existir pra começar a fazer as coisas. Comecem fazendo as coisas, e a partir disso é que o grêmio se formará.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s